Criado por Fela Kuti, coletivo de afrobeat Antibalas chega ao país (Fonte: Folha de São Paulo)

Grupo ganhou destaque com musical sobre o criador do gênero

JOSÉ FLÁVIO JÚNIOR
COLABORAÇÃO PARA A FOLHA

O coletivo Antibalas Afrobeat Orchestra, que começa hoje sua primeira passagem pelo Brasil, chega num momento em que o gênero tem tido bom destaque, com o surgimento de bandas como Bixiga70 e o sucesso do musical “Fela!”, baseado na vida do nigeriano Fela Kuti (1938-97), criador do coletivo.

Nas apresentações que fará em São Paulo (uma delas gratuita, no domingo, no Centro Cultural da Juventude), a Antibalas mesclará material autoral, com faixas de seus cinco registros, e releituras de clássicos de Kuti. Serão 12 instrumentistas no palco.

Também devem rolar temas inéditos, garantidos no já gravado próximo álbum do grupo, que deve sair no segundo semestre. “Ficou um som bem ‘old school'”, antecipa Stuart Bogie, saxofonista e maestro do Antibalas.

Bogie também está na banda base do musical da Broadway. “O espetáculo fez crescer o interesse pelo Fela. Tanto pela relevância de sua música quanto por sua luta para mudar a sociedade”, diz.

“Várias celebridades foram nos prestigiar. Passamos a ouvir que a Beyoncé estava ligada em Fela, que a Alicia Keys também estava. A coisa floresceu graças ao musical.”

Bogie é superlativo ao falar do africano. “Para mim, ele é um dos maiores músicos do último século, ao lado de Miles Davis e Bob Marley. E até de Beethoven e Mozart.”

ANTIBALAS ORCHESTRA
QUANDO hoje, às 22h, no Cine Joia (pça. Carlos Gomes, 82, tel. 0/xx/11/3231-3705), e dom., às 19h, no Centro Cultural da Juventude (av. Deputado Emílio Carlos, 3.641, tel. 0/xx/11/3984-2466)
QUANTO R$ 120; grátis (domingo)
CLASSIFICAÇÃO 18 anos