A terceira oficina do Labmovel é Caminhadas e percursos assistidos com GPS, drones e outras traquitanas e será ministrada por Fernando Velázquez. No workshop serão utilizados um drone (aeronave não tripulada assistida por controle remoto), aliado a um telefone celular com gps e a uma câmera portátil GoPro para pensar a ideia de paisagem, geografia e território desde perspectivas inusitadas.

“As pesquisas com drones surgem no âmbito da indústria bélica, mas a atual popularização destes artefatos, devido em parte a cultura do DYI (faça você mesmo), tem aberto um leque de questões que envolvem a técnica, a ética e estética. Iremos nos divertir numa deriva urbana pesquisando formas de captação de vídeo, mapeamentos geográficos pouco comuns, e discutiremos em conjunto uma possível ética por trás destas atividades”, conta Velázques.

Carga horária: 8h (2 dias de 4h cada)
Vagas: 20
Requerimentos do participante: nenhum conhecimento específico
Inscrições: info@labmovel.net

Sobre o artista que vai ministrar a Oficina #3:
Fernando Velázquez é artista multidisciplinar. Suas obras incluem vídeos, instalações e objetos interativos, e performances audiovisuais. Doutorando em Comunicação e semiótica pela PUC-SP, participa de exposições no Brasil e no exterior com destaque para a Emoção Art.ficial Bienal de Arte e Tecnologia (Brasil, 2012), Bienal de Cerveira (Portugal, 2013 e 2011), Mapping Festival (Suíça, 2011), WRO Biennale (Polônia 2011), On_off (Brasil, 2011), Bienal do Mercosul (Brasil, 2009), Bienal de Tessalônica (Grécia, 2009), Bienal Ventosul (2009), e o Pocket Film Festival no Centro Pompidou (Paris, 2007). Obteve dentre outros o Premio Sergio Motta de Arte e Tecnologia (Brasil, 2009), Mídias Locativas Arte.Mov (Brasil, 2008), “2008, Culturas” e o Vida Artificial (ambos na Espanha, 2008). Foi curador do Motomix 2007, Papermind Brasil, Dorkbot São Paulo e do Projeto !wr?. Professor da PUC_SP, vive e trabalha em São Paulo.

ubatuba